21 de mai de 2013

"Ei medo! Eu não te escuto mais..."


Quantas vezes pensou em tomar alguma atitude, falar algo, e até mesmo arriscar uma tentativa, e foi barrado pelo medo?! Todos nós já tivemos medo, quando criança, o que nos assombra é o escuro do quarto, ou mesmo o que está em baixo da nossa cama, e aquelas historinhas de "bicho-papão", mais o tempo vai passando, vamos nos tornando "crescidinhos", e percebemos que esses medos bobos já não nos atormentam mais.

Então, chegamos em uma nova fase, e agora o que nos inquieta é o medo do futuro, medo de crescer, e é quando adolescente que enfrentamos tal situação, em que cada atitude tomada terá um peso no amanhã, esse medo é até normal.

O problema é que não podemos ser controlados por ele, muitas pessoas deixam ótimas oportunidades escaparem simplesmente porque nunca passaram por algo parecido e sentem medo de enfrentar coisas novas, novos desafios, já outras, viveram uma experiência ruim, e por receio de acontecer novamente, não se permitem viver de forma intensa, procurando sempre se manter no local que se sente segura, e em outra vezes, o medo que limita os sonhos, embora sonhando, o medo vem e te fala: " não sei pra quê fica pensando em fazer isso, nunca será capaz, olha pra você, é muito fraco, não tem capacidade suficiente, nunca conseguirá", são pensamentos assim que muitas vezes te fazem desistir de algo, que quem sabe poderia ter sido feito com muito sucesso, mas por acreditar, não teve a coragem nem ao menos de iniciar.

Por isso, quando o medo vier com pensamentos como aquele ali de cima, pensamentos de derrota, de fracasso, diga pra ele: " Ei medo, EU NÃO TE ESCUTO MAIS", bem verdade é o trecho da música que diz: "ELE não te leva a nada".

Não deixe o medo limitar a sua vida, enfrente-a "cara limpa", se cair, levante, e continue, e faça do medo um tapete, pise-o e siga em frente!


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui