30 de abr de 2013

O reflexo das palavras


Certamente já ouviram falar a frase: "Um tapa dói menos do que certas palavras", e ainda arrisco dizer que já sentiram na própria pele os efeitos dela, a explicação está no resultado, quando você dá um tapa em alguém, o lugar atingido será qualquer superfície da pele, provocando, dependendo da intensidade, uma vermelhidão, ou não, um pouco de ardor, mas é algo passageiro, em alguns minutos, somem essas características, porém, a palavra que saí da sua boca, produz efeitos em uma área muito mais delicada,   na mente e no coração, logo a forma de recuperação também é diferente.
Daí a relação do "poder da palavra" e da forma como você está se sentindo antes e depois dela. Certa vez, chegando em um local, onde já se encontravam algumas pessoas, um amigo me viu chegando e falou bem alto uma frase, no mesmo momento todos ficaram olhando tentando entender, assim como eu, e depois de um breve conversa, pude entender do que ele estava falando, no entanto, a forma como me dirigiu e lançou as palavras me deixaram mal, e não conseguia entender o por quê de toda aquela tristeza no meu coração, já que segundos antes estava me sentindo plenamente feliz.
Me citei como exemplo para vocês terem um pouco mais de ideia do que estou falando, talvez já passaram por situações parecidas, e vão concordar comigo quando digo, que o que é ainda mais complicado é se recuperar dos efeitos delas, é incrível como algo tão "supérfluo" provoca tamanha profundidade, é como se pegassem um prego e martelassem em seu coração, e depois, simplesmente, o esquecessem ali.
Por isso é necessário ter prudência ao falar, a palavra tem poder, e mesmo sem intenção, você poderá está constrangendo, ferindo, ou destruindo os sonhos de alguém. Assim, antes de falar, tome algumas posições básicas:
1. O que eu vou falar é realmente necessário?
2. O que eu vou falar vai acrescentar na vida dessa pessoa?
3. Ponha-se no lugar da ouvinte, e veja se ficaria ou não magoado, levando em consideração o jeito dela.
E em consonância com esses três pontos, só espalhe notícias que tragam felicidade! Agora, se resolveu falar, o importante é ponderar a forma ou intonação, bem como a interpretação que dará, ao falar, uma vez que, o que está em paralelo com o que vai dizer, é justamente a forma como vai dizer. Fazer isso vai evitar magoas e melhorar sua convivência com seus amigos. 
E pra finalizar vou citar um trecho da música da Fernanda Brum, que diz:"Então tenha cuidado com a boca, cuidado com a língua, cuidado com o que falar, então diga palavras de consolo, palavras que transmitam, o amor de Jesus!". E que o reflexo das nossas palavras gerem vida e amor no coração dos nossos amigos! 






Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui