11 de mai de 2012

Um amor pra chamar de Teu!

 
 Eu estava lendo alguns artigos no Blog Eu escolhi esperar 
e resolvi compartilhar um que achei muito interessante, escrito por Bruna e Rhanúsia...


Crescemos e aprendemos muitas coisas sobre o amor (nos relacionamentos entre homem e mulher). Muitas frases com dizeres legaizinhos, umas até nos impressionam por sua riqueza na expressão.Mas, na realidade a maior parte (maior mesmo!) não passam do papel ou servem apenas para massagear nosso ego e vaidade. É interessante quando dedica-se um tempo para observar e ouvir o que as pessoas tem a dizer sobre o amor.
Cada um tem a sua compreensão dele. Cada um fala do que vive do amor ou do que gostaria de viver. Muitos acham que o conhecem e que são mestres quando o assunto é amar.Outros dizem ser coisa de momento, afinal, não dá pra amar o tempo todo...
Tem os que pensam ser um estado de espírito.
Tem gente que não separa o amor do dinheiro.
Existem ainda, aqueles que só amam quando são elogiados ou então quando há a recíproca.
Tem gente que só ama pessoas com beleza física.
Tem os que amam com ciúme possessivo e só se sentem amados quando são retribuídos da mesma forma.
Enfim... Isso tudo aê , humano, condicional e imperfeito, são idéias sobre o amor. São “achômetros”.
O amor que precisamos viver, é sem dúvida, o que começa pelo perdão. Sim claro! Afinal, o que somos nós? Amados? E de que maneira Papai demonstrou o amor que Ele tem por nós? Nos perdoando. Perdoar não é um sentimento, é uma decisão. Amar é uma decisão. Não foi isso que Jesus fez? Decidiu se entregar. Decidiu!
“Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo.”
1 Pedro 1:18-19a
O amor de Deus é maior que o pecado, que a vaidade, que o orgulho, que o egoismo...
O amor pra valer, zela, cuida, protege, ensina.
Quem ama com esse amor entende e não se centraliza, não busca apenas seus próprios interesses e suas vontades carnais.
Esse amor resolve problemas, soma, multiplica, compartilha.
Ele vence tudo (“porque o amor cobrirá a multidão de pecados.” 1 Pedro 4:8) e escolhe fazer o que é bom.
Também decide e faz com justiça, julga com igualdade sem meias medidas.
Olha e vê tudo no amor e com amor.

Jesus nos deu também mandamentos que começam assim: amar o teu Deus e amar ao teu próximo (Lucas 10:27).
Agora eu te pergunto: Pode o Ser humano definir e dizer que sabe algo sobre o amor sem conhecer o Deus que é o próprio amor, que criou o Amor e o demonstra da forma mais inigualável e surpreendente? Pois é...
Em 1 Coríntios 13, Deus usou Paulo para escrever acerca desse poderoso amor.Todo esse capítulo é magestoso, mas a parte que queremos compartilhar são dois versos em especial:
é o 7 que diz: “Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Coríntios 13:7),
e o 10: “Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” (1 Coríntios 13:10).

Sabe gente, o amor definido por homens não é o que precisamos. O conceito que temos do amor, muitas vezes, está errado, deturpado.
Precisa ser forjado em nós esse amor sublime, incondicional, puro e homens não poderão fazer isso!
Apenas Deus poderá nos fazer viver esse amor e nesse amor.




Foi por amor a VOCÊ!
Deus é Amor! Ele é a fonte verdadeira!











Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui